Rotina

from by Bernardo Barata

/

about

Bateria: David Pires
Pandeireta: Manuel Pinheiro
Guitarrras, baixo, teclas, vozes: B.B.

Gravado na Fábrica da Pólvora, nas Flores e no iá! entre 2010 e 2015.
Arranjo, gravação, mistura e masterização - Bernardo Barata.

lyrics

Rotina

Ele era um sujeito qualquer
E saiu com a porta a bater
Deixou em casa a mulher
Cansada de tanto ansiar
Uma companhia para o jantar

Ele era um sujeito qualquer
Chegou sem nada dizer
E afirmou. "Não tenho nada a perder."
Pediu um copo no bar
E tragou-o sem sequer o poisar

Quando eu me for embora
Vê lá se dás que eu não estou
Se eu partir agora
Não te exaltes que eu vou
Para poder andar por aí
Eu só quero andar por aí

Ele era um sujeito qualquer
Que voltou ao amanhecer
Na cama confessou à mulher
Ter medo do medo e mais
Ter medo de a perder

Quando eu me for embora
Vê lá se dás que eu não estou
Se eu partir agora
Não te exaltes que eu vou
Para poder andar por aí
Eu só quero andar por aí

credits

from TURISTA, released November 16, 2015
Letra: Joana Barra Vaz / Música: Bernardo Barata

tags

tags: pop Lisboa

license

all rights reserved

about

Bernardo Barata Lisboa, Portugal

Músico / Produtor
Baixista em Diabo na Cruz e OIOAI

Anteriormente - feromona, Real Combo Lisbonense, O Clube.

Gravou ou trabalhou com Quais, Joana B. Vaz, Rosemary Baby, Minta & Brooktrout, Black Leg, David Pires, Chibazqui, Tiago Guilul, António Zambujo, Manel Fúria, Tv Rural, Wado, Mariana Norton, Erica Buettner, Gui Amabis, Capitão Capitão, José Castro, Márcia, Nick Nicotine's Orchestra, etc
... more

contact / help

Contact Bernardo Barata

Streaming and
Download help